Arquivo da tag: reprogramação mental

Manifestando a Verdade de Nosso Coração

version en español

English version

Na medida em que crescemos e nos conhecemos com mais profundidade através de nossas decisões e experiências, conseguimos identificar aquilo que nos mantém em nossa paz e o que nos tira dela, seja positiva ou negativamente. Este processo de autoconhecimento e autoanálise é essencial para aprendermos a identificar a verdade de nosso coração e a “verdade” que vem de nosso sistema de crenças (que tem construído nosso mundo emocional de maneira inconsciente, e muitas vezes bastante desalinhado de nosso coração, principalmente pela crença da separação).

Assim como podemos conectar-nos com o que nossa mente acredita que é nossa realidade (pertencer a extremos para segregar pelo desejo de competir e comparar), podemos conectar-nos com a sabedoria integral de nosso coração, aquela que nos leva a agir desde nossa paz para aprendermos de maneira objetiva sobre nossa experiência desde nossa percepção pessoal, desde a integridade, alinhada ao contexto, colocando nossa mente à sua disposição, para construirmos desde a autenticidade em unidade, e efetivamente contribuirmos.

Para manifestarmos a verdade de nosso coração é essencial que nos conectemos conscientemente com nosso sistema perceptivo, aqui compartilho estas simples ações que podemos integrar para entender que nossa vida depende menos das opiniões pessoais (de nós e dos outros) quando a vivemos desde a transparência, o respeito, a integridade e a coerência:

  1. FLUIRMOS COM CONSCIÊNCIA: para fluirmos com consciência é necessário que instalemos a crença de agirmos desde a integridade, a coerência, o respeito e a transparência, pois dessa maneira sintonizamos nossa mente com a frequência vibratória do coração. Tendo esta crença, que potencializa nosso coração desde a mente, necessitamos perceber os sinais que recebemos através de nosso sistema perceptivo e ir fluindo onde sentimos verdadeira paz (se temos muitas opções, é necessário aumentarmos nossa afinação com o coração, para isto há um exercício que tem sido útil para mim [clique aqui para aprender o exercício de integração de emoções], pois integra as vibrações de emoções e pensamentos, que geram distração em qualquer extremo, para voltarmos a nosso centro).

  2. AJUSTARMOS NOSSA COERÊNCIA: nosso coração sabe que tudo o externo é um reflexo do interno, que nos mostra se é necessário fazermos um ajuste ou se estamos no caminho apropriado para nós, por isto, para potencializarmos a sabedoria de nosso coração através da mente, devemos instalar a crença de que tudo o que julgamos, u opinamos, positiva ou negativamente, é um reflexo de nós que nos permite aprender e ajustar nossa vibração desde nossa experiência pessoal. Por exemplo, queremos paz e responsabilizamos tudo ao redor porque ela não se manifesta, mas estamos cheios de conflitos internos, portanto, a ausência de conflitos externamente só se manifesta quando temos encontrado nossa paz interna, que é aceitarmos e integrarmos tudo o que realmente somos ao contexto social em que estamos, como agentes construtores, parte do todo. Aqui podemos integrar de novo o exercício do ponto anterior para entendermos desde nossa paz o que precisamos ajustar em nossos pensamentos, sentimentos e expressão (clique aqui para ler sobre nossa coerência).

  3. ALINHARMOS NOSSA EXPRESSÃO: para alinharmos nossa expressão à frequência vibratória do coração é necessário exercitarmos maneiras diferentes de nos expressarmos, escutarmos com total presença, comunicarmos apenas o que temos certeza de que contribui à construção externa de nossa paz interior, no momento presente, focarmos nossa atenção em conhecermos a nós mesmos e fazermos o mais apropriado desde nossos talentos e habilidades pessoais. Instalarmos a crença de que nossos pensamentos, sentimentos e palavras são poderosos, nos permite perceber a importância de alinhá-los desde um propósito que permea todas as áreas de nossa vida, para potencializar o desejo de nosso coração com toda a intenção.

  4. EXERCITARMOS A AUTENTICIDADE EM UNIDADE: esta é a crença mais importante de todas, pois fortalece nosso discernimento para encontrarmos a medida apropriada de tudo em nossa vida, prepara nossa mente para perceber a conexão entre todo e todos, para construirmos o respeito desde nossos hábitos, para relembrar que todas nossas decisões têm um impacto no sistema, no todo. Expressando quem realmente somos, as barreiras existentes começam a cair, e só o verdadeiramente essencial para nossa vida se mantém e revela seu perfeito propósito em nossa existência (clique aqui para ler sobre conexão com a neutralidade).

A verdade de nosso coração se expressa normalmente em certo grau de inconsciência misturado com nossos modelos mentais e emoções, depende de nós potencializá-la desde nossa mente e estar conscientes de agirmos fomentando a integração em todas as áreas de nossa vida, pois desta maneira expandimos esse modelo à sociedade, através de nosso exemplo, e criamos maneiras mais conectivas de nos relacionarmos como indivíduos sociais.

Com amor,
Ángel

version en español

English version

4 passos para manter a mente no presente

version en español

English version

Quando interagimos com nós mesmos e com tudo ao redor é importante sermos conscientes de agirmos mais e reagirmos menos. Hoje vamos focar nos pensamentos, o que passa por nossa mente em cada momento.

Em 2016 participei num treinamento para construir uma comunicação mais assertiva e a mensagem é bem clara, carregamos diversos filtros dos quais muitas vezes não estamos conscientes, nossos julgamentos e comparações baseados nas próprias crenças (que às vezes nos dá segurança porque outras pessoas também as compraram), e esses filtros fazem que nossa mente esteja sempre reagindo ao que vivemos em vez de estar presente (clique aqui para ler sobre decidirmos por convicção).

Muitas vezes ao conversarmos com alguém começamos a julgar o que diz, em nossa mente, seja de maneira positiva ou negativa, e já temos uma resposta pronta. Em alguns casos a pessoa nem sequer termina de falar e já respondemos (antes de esquecermos). E o mesmo fazemos continuamente em quase tudo o que fazemos. Cozinhamos pensando no horário, tomamos banho pensando em que roupa usar, etc., qualquer situação bagunça nossa mente quando não somos conscientes de trazê-la ao momento presente.

Hoje vamos seguir estes passos para trazer nossa mente ao “aquí e agora” e treiná-la para que aja a partir do momento, em vez de reagir a partir dos filtros:

  1. Escolhermos uma só ação para focar a atenção mental.
  2. Focarmos na pessoa e/o na ação que está acontecendo.
  3. Se aparecer um pensamento deixá-lo passar e voltar ao ponto de foco.
  4. Sentirmos, com todo nosso sistema perceptivo, o que estamos vivendo.

Na medida em que praticamos seguindo estes passos, nossa mente vai se acostumando com o novo padrão de comportamento e muda nosso estado de atenção e conexão com a vida. Compartilhe este post com quem possa precisar e escreva nos comentários sua história. Sua mente vive no futuro, no pasado ou no presente?

Com amor,
Ángel

version en español

English version