Arquivo da tag: paz

Modelo de Paz

version en españolEnglish version

Quando focamos na integridade, entendemos que somos mais do que pensamos, e é a partir daí que podemos aprender, através de nossa própria experiência, a agirmos integrando tudo o que pensamos, sentimos e expressamos, para construirmos nossa paz.

Este processo requer percebermos nossos pensamentos, as sensações em nosso corpo, nossas palavras e nossos atos como fluem, integrá-los com aceitação, como uma forma de expressão aprendida para viver num mundo de conflito da maneira mais apropriada para nós, e canalizarmos todos eles para nos expressarmos com a intenção de viver num mundo de paz.

Nós estamos prontos para algo quando temos ajustado nosso mundo mental, sentimental e expressivo, portanto, para vivermos em paz, todos nossos mundos devem estar alinhados com nosso desejo de paz.

version en españolEnglish version

Contribuição Social

version en españolEnglish version

Como indivíduos sociais podemos decidir agir alinhados com uma construção coerente da paz.

A paz na sociedade é o reflexo da paz interior, isto vai além do mundo mental com o que nos identificamos, é a verdadeira conexão com o que sentimos paz, o que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos desde nossa própria paz.

Isto se trata de nos comprometermos a construir sempre desde nossa paz, de maneira consciente, e a partir daí construirmos diferentes maneiras de expressarmos nossa paz.

Tudo o que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos tem um impacto na sociedade, podemos percebê-lo nas situações que chegam a nossa vida, portanto, sentirmos o que é paz para nós e alinharmos nossa mente e expressão a esse desejo nos levam a impactar com uma intenção consciente, cujo resultado podemos perceber também em nossa experiência.

Contribuirmos na sociedade é entendermos que cada uma das decisões que tomamos tem um impacto nela e que quanto mais integridade há na intenção de nossa contribuição, mais integridade há na construção social.

version en españolEnglish version

Integridade

version en español
English version


Além dos modelos existentes, com os que nos identificamos tentando encaixar na sociedade, está nossa integridade. Para experimentarmos a integridade em nossa vida, é essencial ampliarmos nossa percepção sobre alguns assuntos, pois só assim podemos aceitar-nos como realmente somos e construir desde nossa paz.

Nossa mente abraça o que achamos bom e rejeita o que achamos ruim. Isto é diferente para cada um de nós, por exemplo, podemos ter nascido numa família que consideramos boa e nos apegamos a ela e outros numa família que consideram ruim e a rejeitam, inclusive há filhos dos mesmos pais que se apegam ou rejeitam desde sua própria percepção e sua busca de aprovação externa.

Quanto mais nos conhecemos, melhor entendemos o papel de nossa mente. O que num momento consideramos bom e nos gera apego, em outro momento podemos considerá-lo ruim e rejeitá-lo, portanto, a única identidade verdadeira vem da aceitação de tudo o que somos para podermos decidir desde nosso verdadeiro desejo de paz no presente.

Para vivermos desde a integridade, nossa mente deve estar receptiva para entendermos o que acontece como é e a partir do sentimento de paz decidirmos a maneira mais apropriada de agirmos no presente. Isto quer dizer que aceitamos tudo o que consideramos bom e ruim em nós e o integramos da maneira mais apropriada no contexto em que estamos.

Nossa vida pode ser percebida como um todo, quando decidimos ser transparentes, coerentes com nossa paz e respeitosos com nosso espaço e recursos em todos os níveis, construimos tudo a partir daí, essa é a base de nossa autoconfiança e da construção integrada de nossa própria experiência.
version en español
English version

ENERGIZAR: Construção Presente

Sempre é tempo de ampliarmos nossa percepção e conhecermos mais sobre nossos próprios processos energéticos, pois só quem conhece sua própria energia pode tomar as decisões mais apropriadas para construir desde sua paz interior.

Tenho escrito este livro durante meu próprio processo de identificação daquilo que me energiza no presente e que, consequentemente, me leva a investir minha energia da maneira mais apropriada possível desde meu propósito de contribuir como indivíduo social desde minha paz.

Nas quase 20 páginas, encontramos informação que podemos integrar para nos fazermos mais conscientes do uso de nossa própria energia desde nossas emoções até nossa nutrição.

Lembrando de que cada uma de nossas decisões constrói nosso destino, entendemos a importância de tomarmos decisões alinhadas à nossa paz, pois é desse jeito que entre todos construimos a paz mundial que queremos. Energia, nutriçao, respiraçao, decisões, tomada de decisões, investimentos, indivíduos sociais, paz, conhecimento, emoções, presença

Experiência Potencializadora

Todos temos talentos pessoais que precisam ser integrados à maneira em que nos relacionamos com o mundo, pois só assim conseguimos obter resultados diferentes em nossos empreendimentos. Para criarmos novas formas de contribuirmos para a construção de uma sociedade em paz, devemos começar a identificar aquilo que potencializa nossa paz interior, pois ao fazermos isso, nossa percepção de sucesso e das bases para nossa construção mudam. Negócios sustentáveis, transparentes e coerentes são o resultado de pessoas que investem em sua própria transparência e coerência desde a integridade de sua essência. A maneira em que nos relacionamos com
tudo e todos ao nosso redor é o reflexo de nosso relacionamento com
nós mesmos . Na medida em que ganhamos experiência em conectarmos com nossa paz no presente, percebemos que nossas habilidades e nossa forma de contribuir a partir delas se potencializa, pois começamos a transformar o entretenimento em recriação e aprendemos da unicidade de cada momento.

Mente Pacífica

A forma em que experimentamos nossa vida está em nossa mente. Quando damos atenção a cada pensamento em nossa mente, entendemos os motivos pelos quais vivemos desse jeito. Quanto mais pensamos em algo, mesmo gostando ou não, mais disso é manifestado em nossa vida, mas, e se focarmos nossa mente na construção da paz?

Uma mente pacífica está sempre presente para perceber tudo como é. Entende que podemos aprender no nosso próprio ritmo nos expressando alinhados com nossa paz no presente.

Percebendo nossa mente, a conhecemos e aprendemos a lidar com ela de acordo com nosso momento presente e o que é apropriado para processarmos, estamos abertos para criarmos nossa maneira pessoal de integrá-la a nossa experiência. Estas ações são essenciais para uma mente pacífica:
  1. Concentrarmos nossa mente em nossa respiração.
  2. Escutarmos a todos.
  3. Ativarmos nossa mente no modo percepção.


Mudarmos para a realidade de aprendizado infinito é essencial para alinharmos nossa mente ao nosso propósito de paz. Uma mente que entende que somos únicos como parte de tudo, se alinha a si própria ao que é realmente apropriado para contribuir através do aprendizado.

Tomada de Decisões

Tudo em nossa vida requer uma construção através de diferentes processos integrados, por isso, a tomada de decisão é essencial, pois decidimos a cada momento sobre tudo, portanto, cada decisão é parte de uma construção completa. Uma tomada de decisões mais consciente para construirmos paz, começa com uma decisão simples: Decidimos conectar fora com aquilo que corresponde com a nossa paz dentro. Quando estamos conscientes de que desde a decisão mais simples, como levantar o deitar, até a mais complexa, como uma mudança de país, está construindo constantemente o que experimentamos em nossa realidade, percebemos a importancia de conhecermos de verdade aquilo que ressoa com nossa paz interior. Ultimamente, tenho decidido tomar cada decisão no presente. Isto tem mudado muito a maneira em que me relaciono comigo mesma e com o mundo, pois cada momento depende de minha paz, daquilo para o que estou preparada desde minha própria sabedoria. O que neste momento pode ser um NÃO, em 5 minutos de reflexão pode se tornar um SIM, e o que pode ser um SIM neste momento, em um segundo pode ser um NÃO, pois, fora estarmos preparados, tudo tem um tempo apropriado para ser expressado. Para nós, que queremos construir um mundo em paz, estas dicas são uma forma de conectarmos mais com nosso presente e decidirmos de acordo com essa paz interior que queremos expressar na Terra:
  1. Para identificarmos como sentimos a paz dentro de nós, fechamos os olhos e pensamos na paz. Percebemos como nos sentimos, como sentimos nosso corpo. Este é nosso estado pessoal de paz, uma bússola apropriada para expressarmos nossa paz interior e construirmos a paz exterior.
  2. Cada decisão tomada, em todo momento, desde nossa paz, nos leva pelo caminho do aprendizado ao nosso próprio ritmo, então, sabendo como sentimos a paz dentro, podemos pensar nas opções disponíveis e escolher aquela com a que sentimos nossa paz. Se dentre as opções ainda nenhuma nos faz sentir paz, tomemos um tempo para refletirmos e percebermos outras opções.
  3. Nossa mente e nossa expressão também podem estar alinhadas com a paz que sentimos, portanto, percebendo como nos sentimos quando pensamos ou expressamos algo, podemos começar a implementar outras maneiras de pensarmos e nos expressarmos.
Só nós sabemos o que é apropriado para nós, pois só nós podemos sentir a afinidade com nossas opções no momento presente. Assumindo a responsabilidade pela tomada de decisões em todo momento, percebemos que podemos contribuir, de maneira assertiva, na construção de uma sociedade em paz e sustentável. Tudo está em constante transformação, por isso é essencial mantermos uma conexão presente com nossa paz. Quando tomamos todas nossas decisões desde nosso sentimento de paz, percebemos outras possibilidades que conectam nossa realidade com nossa paz interior.

Crescendo através da Recriação

Quando focamos em construirmos desde nossa paz, a recriação é um aspecto essencial, já que é a maneira de integrarmos todas as áreas de nossa vida em nosso próprio propósito de paz. É momento de aprendermos mais sobre nossa maneira pessoal de construirmos o que nos faz fluir. É tão simples como vivermos em nosso próprio presente e tomarmos decisões desde nossa paz em cada momento. Isto é, estamos tão conscientes e conectados com nossa essência, que confiamos em cada decisão que tomamos desde a paz para construirmos uma vida íntegra. Podemos decidir viver nossa vida como um todo, onde nossas áreas pessoal e profissional se tornam uma, pois permitimos que nossa essência seja a base de tudo e expressamos nossa autenticidade. Desta maneira, percebemos o tempo diferente, apenas entendemos que nossa área pessoal contribui para nossa área profissional, e que nossa área profissional também contribui para nossa área pessoal, então o planejamento se faz dispensável e cada momento podemos nos recriar e curtir a vida. A informação que recebemos através de conversas, filmes, livros, música, ou qualquer outra fonte, pode ser usada para recriarmos tudo o que construímos desde nosso propósito de paz. Isto nos faz sentir que estamos sempre construindo um mundo de paz, com cada decisão que tomamos.

Instinto, Intuição e Propósito

version en españolEnglish version

Para construirmos tudo em nossa vida, é essencial que comecemos a expressar-nos mais alinhados com nosso propósito de paz, pois isso potencializa a integração de tudo o que somos para construirmos a sociedad em paz com a que sempre sonhamos. Quando investimos nossos recursos em pensamentos e expressões coerentes com esse sonho, com seu significado apropriado, damos mais energia àquilo que queremos, assim os resultados são cada vez mais evidentes.

Como sociedade temos usado o termo instinto, que por definição é uma reação animal de conservação, para justificarmos nossas decisões, o que em algum momento, em que não sabíamos comunicar-nos e respeitar-nos, pode ter sido útil, mas que hoje em dia podemos mudá-lo pelo uso da palavra intuição, que é a faculdade de entendermos as coisas instantâneamente. Agora que podemos focar em construirmos desde uma comunicação mais transparente e relacionamentos mais autênticos, podemos confiar em nossa intuição para continuarmos nosso desenvolvimento sustentável.

Este caminho de construção é uma série de decisões que nos leva a projetar o estado de nossa vibração atual, com os elementos conscientes e inconscientes, por este motivo, quando nosso desejo é a paz universal, é necessário integrarmos o pensamiento constante do desejo de manifestarmos essa paz que vem de aceitarmos nossa essência, isto programa nosso inconsciente, para que estejamos cada vez mais alinhados a nossa integridade, e guia nossa intuição para manter-nos sempre por esse caminho de infinito aprendizado desde tudo o que potencializa nossa paz no presente.

Na medida em que, como indivíduos sociais, fazemos da paz nosso propósito comum, o resto dos recursos se transformam no meio para chegarmos à paz, alguns precisam ser ajustados, outros apenas potencializados, mas, no fim, tudo nos ensina que a integração é inerente ao propósito da paz (clique aqui para ler sobre ativarmos nosso modo propósito).

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigoshttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Exemplo Sólido

version en españolEnglish version

Como seres humanos, se percebe a incoerência que se faz presente quando não se sabe o que se quer e, ainda assim, se busca uma falsa segurança tentando controlar tudo ao redor. Desse jeito, se adquirem mecanismos para transmitir uma imagen, diferente da real, aos demais e se justifica a hipocrisia de pregar e não aplicar.

Todos podemos transformar-nos, é uma decisão, existe a possibilidade de que sejamos uma versão diferente, consciente e íntegra de nós mesmos. Isto requer muita reflexão, percepção, transparência e exercício de nossa vontade, alinhada ao propósito de integração e paz. Vejamos alguns aspectos para exercitarmos ser o exemplo que queremos do mundo:

  1. Transparência: percebendo a decisão que tomamos ao respondermos, podemos entender como reagimos, para podermos transformar a forma em que nos expressamos. Podemos responder com a verdade ou não responder, é sempre nossa decisão.(clique aqui para ler sobre exercitarmos a transparência)

  2. Neutralidade: sempre temos a opção de focarmos em nosso próprio processo, de construirmos, de trabalharmos, de nos nutrirmos, então, é necessário destinarmos nosso tempo e energia para julgarmos ou criticarmos, positiva ou negativamente? Não, e o tempo e a energia que economizamos é bem-vindo em nossos projetos pessoais (clique aqui para ler sobre neutralidade)

  3. Respeito: a aceitação e o conhecimento nos permitem aprender a nos respeitarmos desde o básico que é a nutrição de nosso corpo, de nosso relacionamento com nós mesmos e de nossa relação com o mundo e com os demais.(clique aqui para ler sobre o respeito).

  4. Coerência: dizemos que é importante sermos coerentes, mas, somos coerentes entre o que sentimos, pensamos, dizemos e fazemos?, lembremos-nos de que a coerência só se alcança através da integridade e do autoconhecimento, pois o único que realmente queremos é construir paz desde dentro, poder viver a integração de nossa verdade com a verdade dos demais, alinhada ao contexto (clique aqui para ler sobre a coerência).

Escutando, percebendo e integrando-nos como indivíduos sociais nos alinhamos com a paz que todos desejamos, e que só pode ser experimentada na sociedade quando a sentimos dentro e aprendemos a expressá-la (clique aqui para ler sobre paz).

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version