Arquivo da tag: micronutrientes

Oxigenando o Corpo com o Ferro

version en español

English version

Já sabemos que o Cálcio é de grande importância para o corpo para manter os ossos firmes (clique aqui para ler sobre o cálcio). Agora vamos conhecer um pouco mais sobre o ferro. A principal função deste mineral é o transporte de oxigênio a varios lugares do corpo como pulmões, tecidos e coração. O corpo é, no entanto, eficiente, econômico e conservador no uso do ferro, motivo pelo qual poucas quantidades de ferro sâo necessárias, o que faz das fontes vegetais uma boa opção para nosso consumo, já que, o tipo de ferro presente, tem um percentual de absorção mais baixo que o das fontes animais.

É importante conhecer como otimizar a absorção do ferro e os alimentos que contêm maiores concentrações do mineral.

  1. O ferro é melhor absorvido quando se consome vitamina C (a limonada é uma grande aliada e alcalinizante).
  2. Os seguintes alimentos são ricos em ferro e em micronutrientes que melhoram sua absorção (como a vitamina C):
    • Linhaça: 4,7 mg de ferro a cada 100 grs. – Deixar de molho por, mínimo, 24 horas e lavar antes de consumir as sementes, que devem ser batidas no liquidificador.
    • Nozes do Nogal: 2 mg de ferro a cada 100 grs. – Deixar de molho por, mínimo, 24 horas e lavar antes de consumi-las.
    • Amêndoas: 3,1 mg de ferro a cada 100 grs. – Deixar de molho por, mínimo, 24 horas e lavar antes de consumi-las.
    • Couve Manteiga: 0,5 mg de ferro a cada 100 grs.

Como podemos perceber, as nozes e sementes são alimentos funcionais ricos em minerais, por este motivo é importante incluir em nossa dieta as que melhor nos funcionam (clique aqui para ler sobre expandirmos a percepção sobre nosso corpo).

Com amor,
Ángel

FONTE:

version en español

English version

Regularizando o Metabolismo com o Iodo

version en español

English version

Nesta viagem pelos minerais temos conhecido um pouco mais sobre o Cálcio (clique aqui para ler sobre o cálcio) e o Ferro (clique aqui para ler sobre , e sua importância para o corpo. Hoje o assunto é o IODO. O corpo de um adulto contem em média de 20 a 50 mg de iodo, e sua maior parte se encontra na glândula tireoide. O iodo é essencial para a formação do hormônio que secreta esta glándula, que é importante para a regulação do metabolismo. Os hormônios da tireoide nas crianças apoiam o crescimento e desenvolvimento normal, inclusive o desenvolvimento mental.

É importante conhecer como otimizar a absorção do iodo e os alimentos que contêm maiores concentrações do mineral.

  1. O iodo é melhor absorvido quando nosso intestino se está balanceado, isto é possível investindo no consumo de alimentos mais naturais e orgânicos (se possível) e consumir a quantidade d’água e ômegas suficientes para mantermos nosso intestino em movimento.
  2. Os alimentos de origem marinho (como as algas) e o sal iodado contêm os maiores níveis de iodo. (uma boa porção de sushi, mesmo sem peixe, é uma boa fonte de iodo se tiver algas e sal)

O IODO é um dos micronutrientes essenciais que necessitamos consumir na medida apropriada para nosso próprio corpo (clique aqui para ler sobre regeneração celular e micronutrientes). Lembremos-nos de que nosso corpo tem uma maneira especial de reagir perante o que ingerimos, por isso é muito importante nos tornarmos conscientes do que é realmente apropriado para nós (clique aquí para ler sobre aumentarmos nossa consciência nutricional) É sempre tempo de conhecermos nosso corpo e dar a ele apenas o necessário, isto faz parte de um processo de conexão que nos leva a desenvolver nossa eficiência energética, o que nos permite aumentar nossos níveis de criatividade e criação.

Com amor,
Ángel

FONTE:

version en español

English version

Micronutrientes Parte 2: Regenerando nossas células

version en español

English version

Agora que entendemos que para nos nutrirmos melhor, precisamos comer menos, mas com mais qualidade (clique aqui para ler a primeira parte da série Micronutrientes), podemos entender melhor como os alimentos funcionais são integrados para potencializarmos a regeneração celular.

Nossas células se regeneran se lhes damos o ambiente adequado e o tempo para fazê-lo, é por isso que devemos evitar os excessos, tanto das coisas consideradas “boas” quanto das consideradas “ruins”, tudo do que nosso corpo realmente precisa no nível nutricional (micro e macronutrientes) deve ser consumido conscientemente na medida apropriada para o nosso próprio corpo, por isso é tão importante percebermos as reações que surgem para cada alimento que consumimos separadamente, considerando que pode haver reações a partir do momento que sentimos o cheiro até o momento em que sai completamente do corpo (clique aqui para ler o artigo sobre a expansão da consciência nutricional).

Agora imaginemos que cada hábito construtivo que temos (nos nutrirmos, respirarmos melhor, fazermos alguma atividade física, cuidarmos da nossa saúde emocional, dormirmos melhor) está potencializando a regeneração celular e mantendo o funcionamento do nosso corpo estável, e que todo hábito destrutivo que temos (consumirmos alimentos vazios, fumarmos, bebermos excessivamente, permanecermos emocionais, respirarmos inadequadamente, sermos sedentários, dormirmos mal) está degenerando cada uma das nossas células e, conseqüentemente, nossos órgãos, causando alterações no funcionamento do nosso corpo que o levam a estados em que não podemos continuar empoderados de nossas próprias vidas, porque dependemos cada vez mais do que nos ajuda a recuperar nosso estado natural de saúde (o qual nós próprios temos deteriorado com nossos hábitos destrutivos, e que portanto podemos reverter).

Entendendo melhor que podemos assumir a responsabilidade de cuidarmos realmente do nosso corpo, como a prioridade principal, pois, se tivermos saúde, podemos nos desempenhar melhor no que gostamos de fazer, vejamos como os alimentos funcionais, aqueles cheios de nutrientes essenciais que melhoram a nossa saúde, nos ajudam na construção de um ambiente adequado para que nossas células continuem seu processo de regeneração trazendo saúde para o nosso corpo e níveis mais elevados de energia:

  1. CONTRIBUIÇÃO DE ENERGIA LIMPA: Ao consumirmos alimentos naturais, ricos em micro e macronutrientes, que são aceitos pelas células, elas continuam seu processo de obterem o que precisam sem terem que lutar contra o que não podem aceitar, portanto, sua energia está limpa e focada em manter seu processo funcional em nosso corpo. Isto é feito principalmente por frutas, vegetais, cereais, nozes e sementes, devido ao alto teor de carboidratos e gorduras saudáveis.

  2. CRESCIMENTO E REGENERAÇÃO: enquanto nosso corpo está crescendo, ele precisa de material para que as células possam dividir-se e formar as estruturas necessárias. Quando chegamos à idade adulta, as células precisam do material apropriado para manterem-se em regeneração constante e renovarem células mortas de órgãos. como a pele. Para o crescimento e a regeneração, os principais alimentos são cereais, nozes, sementes e água (mineralizada), devido ao alto teor de proteínas e minerais..

  3. REGULAÇÃO: Dentro das células, ocorrem reações químicas que precisam, especialmente, a presença de vitaminas para ocorrer. Aqui encontramos a necessidade de consumir frutas, nozes, vegetais e água (mineralizada), devido ao seu alto teor de vitaminas e minerais.

Eu levo uma dieta baseada em frutas, vegetais, cereais, nozes, sementes germinadas e a quantidade adequada de água mineralizada para o meu corpo, onde posso encontrar todos os nutrientes que eu preciso, o único que consumo de fonte animal são os ovos (uma ou duas vezes por mês), eles são minha fonte de vitamina B12 (por enquanto), pois eu prefiro alimentar-me adequadamente que incluir qualquer tipo de suplemento na minha dieta. E você? Sobre o que você baseia sua dieta? Isso funciona para você?

Com amor,
Ángel

version en español

English version

Micronutrientes Parte 1: Nutrindo Mais Comendo Menos

version en español

English version

Precisamos entender que nosso corpo funciona como um sistema integrado, e que nossa saúde deve ser construída minuto a minuto com decisões mais conscientes para nos reconectarmos ao nosso corpo, e tudo o que isso significa, quando realmente queremos aumentar nossa energia e nossa saúde no presente.

Micronutrientes são nutrientes que o corpo necessita em pequenas quantidades para funcionar corretamente. Neste grupo, encontramos vitaminas e minerais, que podem ser encontrados em maiores quantidades e com melhor nível de absorção, e em menor volume de alimentos, em alimentos funcionais. Como já limos antes, o intestino é o lugar onde ocorre a absorção de nutrientes (clique aqui para ler o artigo completo sobre a absorção de nutrientes), é por esta razão que é muito importante que aprendamos a perceber o que nosso corpo quer nos transmitir. Através das reações químicas que ocorrem, como a falta, o aumento ou o equilíbrio de nossa energia, as dores ou o fluxo normal, as alterações nas nossas funções vitais normais, tudo isso é a resposta a uma reação química dentro do nosso organismo (que, claramente, também está relacionado ao nosso estado mental e emocional – clique aqui para ler o artigo de sublimação de nossa experiência mental, emocional, criativa, sexual e sentimental).

Cada uma das células em nosso corpo precisa de uma quantidade apropriada de água, que para ser retida precisa da presença de minerais, hoje em dia precisamos incluir em nossa dieta o consumo de sal marinho ou do Himalaia para mineralizarmos a água que consumimos e ajustarmos os níveis de iodo em nosso corpo (clique aqui para ler sobre a importância do iodo na dieta). Uma quantidade apropriada de gorduras saudáveis é necessária para o corpo realizar alguns processos específicos de assimilação e transporte de vitaminas essenciais (clique aqui para ler sobre gorduras saudáveis). Todos os processos em nosso corpo estão conectados para nos trazer saúde, por isto é importante que comecemos a investir em aprendermos a adaptarmos a dieta que melhor se adapte a cada um de nós, lembremo-nos de que somos todos diferentes e, por isso, é necessário que demos mais atenção ao nosso corpo e integremos alimentos de maior valor nutricional à nossa dieta. Aqui temos alguns alimentos que são excelentes fontes de nutrientes e que podemos incluir na nossa dieta para tornarmos nossos próprios processos corporais mais eficientes:

  1. Linhaça: esta semente contém macronutrientes como gorduras saudáveis (Omega 3 e 6), carboidratos, proteínas vegetais e grande quantidade de fibra solúvel. Dos micronutrientes contém vitaminas E, B1, B2, B3, B5. B6 e minerais como magnésio, cálcio, potássio, fósforo, sódio, ferro, zinco e selênio. A melhor maneira de consumi-lo é deixar 20 gramas de sementes de molho (pelo menos 24 horas) para iniciar o processo de germinação e potencializar seus nutrientes, lavá-las para remover o excesso de ácido fítico e consumi-las, batidas no liquidificador, com uma fruta de nossa preferência.

  2. Amêndoa: este fruto seco contém macronutrientes como gorduras saudáveis (Omega 3 e 6), carboidratos, proteínas vegetais e grande quantidade de fibra solúvel. Dos micronutrientes contém vitaminas C, E, B1, B3, B6, B9 e minerais como magnésio, cálcio, potássio, fósforo, sódio, ferro, zinco e selênio. A melhor maneira de consumi-lo é deixar 20 gramas de sementes de molho (pelo menos 24 horas) para iniciar o processo de germinação e potencializar seus nutrientes, lavá-las para remover o excesso de ácido fítico e consumi-las com uma fruta de nossa preferência, podem ser batidas no liquidificador também.

  3. Brócolis: este vegetal contém mais nutrientes que os outros, pois possui grandes quantidades de vitamina C, ácido fólico e betacaroteno, potássio, cálcio, ferro, selênio e vitamina E. A melhor maneira de consumi-lo é cozinhando-o com o que formos comer, como com o arroz, para melhorar a absorção de seus nutrientes.

  4. Azeite de Oliva: este azeite contém vitamina E e vitamina K, o que o torna benéfico para nosso sistema circulatorio e para manter uma correta coagulação. A melhor maneira de consumi-lo é usarmos 2 colheres de sopa, a temperatura ambiente, só ou como acompanhamento de alguma comida. É importante que escolhamos azeite em garrafa de vidro escuro para mantermos os nutrientes e a qualidade do mesmo e evitarms a oxidação pela luz solar.

Sejamos mais conscientes sobre os motivos pelos quais consumimos os alimentos que consumimos. Muito do que comemos pode ter sido o hábito inconsciente de muitas pessoas por muitas gerações, mas hoje temos muita mais informação e alimentos disponíveis para aprendermos a escolher o que realmente nos faz bem. Montemos dietas com alimentos mais ricos em nutrientes e vejamos nossa energia aumentar em todas as áreas de nossa vida.

Com amor,
Ángel

version en español

English version

Ossos Fortes: 3 aspectos importantes para consumir cálcio de maneira eficiente

version en español

English version

Agora que somos conscientes do que é necessário para melhorar a absorção de nutrientes (clique aqui para ler sbre absorção) em nosso corpo e do motivo pelo qual devemos ser conscientes de consumir macronutrientes de alto valor nutricional (carboidratos (clique para ler sobre carboidratos), proteínas (clique para ler sobre proteínas) e lipidios (clique para ler sobre gordura), vamos conhecer os micronutrientes essenciais para nosso corpo e suas funções.

Comecemos com os minerais. No livro Nutrição Humana no Mundo em Desenvolvimento (disponível em Espanhol e Inglês no site da Organização das Nações Unidas Para a Agricultura e a Alimentação – FAO) falam sobre a função fisiológica, estrutural que têm os minerais no corpo humano e esse é o foco dos próximos artigos a partir de agora.

Hoje o assunto é o Cálcio, um dos minerais mais importantes para o corpo, pois é o principal componente dos ossos e o que os mantêm firmes. Junto com o fósforo é importante para as funções musculares, o estímulo nervoso, atividades enzimáticas e hormonais e o transporte de oxigênio.

É importante ter consciência sobre os aspectos importantes para a absorção do cálcio e dos alimentos que contêm maior concentração do mineral.

  1. O cálcio é melhor absorvido quando se consome vitamina C (a limonada é uma grande aliada e alcalinizante)
  2. É necessário tomar, pelo menos, 10 minutos de sol por dia, sem proteção.
  3. Os seguintes alimentos são ricos em cálcio e em diversos minerais que melhoram sua absorção (como o fósforo e a vitamina C):
    • Linhaça: 255 mg de cálcio por cada 100 grs. – Deixar de molho por mínimo 24 horas e lavar antes de consumir as sementes batidas no liquidificador.
    • Nozes: 94 mg de cálcio por cada 100 grs. – Deixar de molho por mínimo 24 horas e lavar antes de consumir.
    • Amêndoas: 216 mg de cálcio por cada 100 grs. – Deixar de molho por mínimo 24 horas e lavar antes de consumir.
    • Couve manteiga: 135 mg de cãlcio por cada 100 grs.

Fortaleçamos nosso corpo de dentro para fora e sintamos nossa energia vital aumentar. Agradeçamos sempre pelos alimentos que consumimos e pratiquemos um consumo consciente (clique aqui para ler sobre micronutrientes).

Com amor,
Ángel

FONTE:

version en español

English version