Arquivo da tag: construindo paz

Criando Consciencia Sobre Nossa Coerência

version en españolEnglish version

Ultimamente tenho percebido o movimento que há nas redes sociais, onde as pessoas se sentem livres para serem elas mesmas, ou melhor, para expressarem sua opinião sobre o que experimentam. A partir daí surge este texto sobre nossa coerência, algo que pelo visto não tem nos ensinado e/ou não temos aprendido, porque tem nos faltado questionar as verdades absolutas nas que temos acreditado e temos integrado a nossa realidade.  Seja o que for que façamos, consciente ou impulsivamente, temos um impacto em nós mesmos e em tudo ao nosso rededor, nossos modelos de consumo, a forma em que nos expressamos, a forma em que nos tratamos é como tratamos ao mundo.

Quando decidimos usar etiquetas, necessitamos encontrar os verdadeiros motivos para fazê-lo, desta maneira fortalecemos nossa convicção (clique aqui para ler sobre decidir por convicção). Se não consumimos carne por salvar aos animais, mas usamos acessórios de couro e não damos a nos mesmos os nutrientes necessários para nos salvarmos, estamos sendo coerentes? Se reclamamos da contaminação mas temos um veículo que contamina e compramos produtos que durante seu processo e descarte contaminam também, estamos sendo coherentes?

É importante que tomemos consciência sobre nossa coerência se quisermos uma vida em paz de verdade. Só colhemos o que plantamos, então precisamos aprender a nos respeitarmos se queremos ser respeitados, a cuidar se queremos ser cuidados, a amar se queremos ser amados, a aceitar se queremos ser aceitos, maas, acima de tudo, a usarmos e alinharmos nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações, para construirmos a vida que realmente queremos viver. Aqui há algumas perguntas que podem ser úteis para que decidamos nossos próximos passos na vida com mais coerência e consciência:

  1. Queremos construir relacionamentos, de todos os tipos, que construam paz? (clique aqui para ler o texto sobre respeito às diferenças).

  2. Queremos viver o desenvolvimento sustentável de nosso planeta?

  3. Queremos agir a favor de construir algo desde nossa integridade e nossa coerência? (clique aqui para ler sobre construirmos paz)

  4. Queremos trabalhar em equipe contribuindo de verdade? (clique aqui para ler sobre contribuição)

  5. Queremos incentivar a autenticidade em unidade?

Sempre temos sido os únicos responsáveis por construir nossa vida e a sociedade em que vivemos, então se realmente queremos resultados diferentes devemos nos tornar o que esperamos do mundo, mesmo que para isso necessitemos aprender novas formas de viver a vida ou tenhamos que criá-las. Podemos construir paz (clique aqui para ler sobre paz desde a consciência), consumir o necessário, investir mais tempo e recursos no autoconhecimento e nas experiências, conhecer e trabalhar nossos talentos integrados à nossa personalidade, fazer o que amamos, amar o que fazemos, colocar-nos no mesmo nível através da responsabilidade e conectar-nos como humanidade.  O que estamos esperando para começarmos a construir? Podemos dar o primeiro passo agora mesmo, é nossa decisão

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

A Vida e A Morte: Outra Perspectiva

version en españolEnglish version

A definição de morte é o fim da vida, mas a definição de vida, dentre outras, é a existência após a morte. Independentemente da crença que temos sobre a vida e a morte, é nossa existência que nos mantém vivos, o que transmitimos aos nossos pais, filhos, amigos, companheiros, etc.

Um dia, conversando com um amigo, chegamos à conclusão de que sua esposa continuava com ele e com seus filhos, plantou amor, atenção, respeito e presença, e tudo isso continua dando frutos nas pessoas que são hoje. Então ela ainda está viva, ela existe nos corações e mentes das pessoas.

É nossa decisão o que queremos construir em nossas vidas e transmitir aos outros, pois pode ser algo que as pessoas continuam transmitindo como destrutivo (o que vai contra a vida, o respeito, a transparência e a paz), mas também pode ser construtivo (o que é a favor da vida, respeito, transparência, paz). Quando queremos transmitir algo que nos constrói como humanidade, podemos seguir essas ações:

  1. MELHORARMOS NOSSA COMUNICAÇÃO: escutarmos melhor, silenciarmos a mente, recebermos informações sem julgá-las para integrá-las e respondermos de forma coerente com o que escutamos (se realmente há algo que podemos dizer que seja apropriado), aprendermos a usar melhor palavras e gestos que usamos para nos expressarmos, sermos claros na mensagem que queremos transmitir, abrirmos nossa mente para estabelecermos uma comunicação mais clara que estimule a transparência. Lembremo-nos de que, para que haja transparência, precisamos aprender a escutar e construir a partir disso, porque quando as pessoas nos percebem como inflexíveis e autoritários, o diálogo vai para o lado da mentira, seja para “evitar” conflitos (que depois podem ser piores do que seria no momento) ou para obter o que se quer (clique aqui para ler sobre transparência).

  2. RESPEITARMOS E ACEITARMOS: O fato de algo ser apropriado para nós não significa que o seja para todos. Quando realmente nos conhecemos e aceitamos o que sentimos, pensamos, dizemos e fazemos, aprendemos que o verdadeiro respeito é entendermos que todos temos o direito de sermos diferentes, e que isso não nos torna melhores ou piores, e entendemos que é necessário aceitarmos as diferenças como uma forma de enriquecermos as construções humanas. Assumirmos a responsabilidade (clique aqui para ler sobre responsabilidade) por tudo o que depende de nós (sentimento, pensamento, palavra e ação) é o primeiro passo para construirmos uma humanidade mais consciente, influenciamos constantemente (conscientemente ou inconscientemente) tudo a nossa volta (clique aqui para ler sobre o respeito ).

  1. TRANSFORMARMOS:  Para obtermos resultados diferentes, é necessário transformarmos o que existe de forma criativa, potencializando o que é útil neste momento para construir a paz (clique aqui para ler sobre cnstrução da paz). Sendo conscientes de que somos parte da humanidade e de que precisamos assumir nossa responsabilidade como únicos no todo, conseguimos construir entre todos, integrando mais os pontos de vista disponíveis (clique aqui para ler sobre construirmos com consciência).

Cada semente que plantamos tem o potencial de germinar, sejamos mais conscientes disso e plantemos o que queiramos colher, já que dessa maneira estamos mais focados en viver, em existir.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

É a consciência o que constrói paz

version en españolEnglish version

Passamos a vida procurando a felicidade no que fazemos, no que pensamos, no que comemos, no que dizemos, no que sentimos, mas, todas as vezes que temos esperado encontrar a felicidade nesses momentos, temos sido conscientes de respeitarmos a nós mesmos e tudo ao nosso redor? (clique aqui para ler o texto sobre respeito)

Imaginemos agora a diversidade que existe em gostos e o impacto que a busca por essas sensações pode ter, será que esse instante de felicidade emocional destrói ou constrói?

Vejamos alguns exemplos sobre como a consciência nos conecta com mais respeito à nossa sociedade (seres e meio ambiente):

    1. Sendo conscientes do que necessitan nossas células para funcionarem de maneira apropriada, construímos quando comemos o que não é realmente necessário? Ao nos nutrirmos, damos às células o necessário, promovemos uma cultura de consumo consciente de alimentos e estimulamos a produção natural e respeitosa de alimentos (clique aqui para ler o texto sobre micronutrientes para as células).
    1. Sendo conscientes de que necessitamos dar a nosso corpo sono de qualidade e atividade física, construímos quando fomentamos a preguiça em nós e nos outros? Ao exercitarmos nosso corpo e dormirmos o suficiente, conseguimos construir com mais consistência nossa saúde, o que nos leva a criar com mais qualidade, através do tempo, estilos de vida mais sustentáveis.
    1. Sendo conscientes de que podemos construir com fatos e palavras a partir do sentimiento de unidade, construímos quando queremos ser superiores aos outros ou competir por sobrevivência? Ao exercitarmos a aceitação pessoal de quem somos, através de nosso autoconhecimento, conseguimos aceitar as diferenças e podemos aprender novas maneiras de nos expresarmos para construirmos, com um propósito, um estilo diferente de fazermos as coisas (clique aqui para ler o texto sobre coerência e autoconhecimento).
  1. Sendo conscientes de que, para termos o direito de trazer um ser humano ao mundo é essencial sermos um exemplo do que queremos para uma humanidade mais unida, construímos quando decidimos satisfazer nossos desejos sexuais sem estarmos dispostos a assumirmos a responsabilidade por qualquer consequência? Ao entendermos que podemos canalizar nossas emoções de uma maneira diferente à que temos aprendido, decidirmos por convicção se torna parte de nossa vida (clique aqui para ler o texto sobre decidirmos por convicção) e conseguimos ter mais claridade no propósito de cada uma de nossas ações, focando assim, nossa energia em construirmos a partir de nós mesmos em unidade.

Sermos felizes pode ser destrutivo para a sociedade porque tem se tornado uma expressão usada para satisfazer os desejos pessoais, sermos conscientes é construtivo porque nos leva a entendermos que cada decisão tem um impacto em nós mesmos e em tudo ao nosso redor, e que, como seres, necessitamos desenvolver nosso conhecimento sobre o lugar onde vivemos para integrarmos da maneira mais assertiva e construtiva possível nossos talentos à construção do que queremos como unidade (clique aqui para ler o texto sobre transformação da humanidade).

Então, se queremos paz, transparência, coerência e respeito, ¿estamos construindo isso com cada sentimento, pensamento, palavra e ação em nossa vida? (clique aqui para ler o texto sobre construção de paz)

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Construindo a Paz

version en español English version

Como podemos pensar que a paz é um acordo externo? Esta é uma questão para refletirmos sobre o fato de culparmos o governo pelas situações em que vivemos em nosso país. A questão é: como podemos exigir a paz se vivemos com conflitos internos devido à nossa falta de coerência pessoal e autoconhecimento? (Clique aqui para ler o artigo sobre a transmutação da palavra corrupção).

Para que possamos realmente construir a paz (ausência de conflitos), precisamos fazer um acordo interno, para aprendermos a viver com nós mesmos como somos, aprendendo a nos respeitarmos e, portanto, a respeitarmos tudo ao nosso redor. Este é um novo processo de aprendizagem, já que pela tendência coletiva do fanatismo (emocional ou racional) tem sido mais fácil se relacionar com o mundo de acordo com o que cada um de nós considera bom ou ruim, por conveniência, sem levar em consideração o que precisamos aprender sobre nós mesmos na realidade que experimentamos.

Aqui compartilho alguns pontos em que tenho trabalhado nos últimos anos, e isso tem dado certo para mim, para harmonizar conflitos internos e poder expressar minha própria verdade de maneira integral:

  1. TRANSPARÊNCIA: Aprendermos a ser transparentes exige falarmos e respondermos com a verdade, isso nos permite estarmos onde realmente queremos e aprendermos com cada uma de nossas experiências com menos conflitos. Algumas pessoas podem não concordar com o fato de querermos fazer as coisas de forma diferente, mas a maneira como elas assumem isso é sua responsabilidade, depende de suas próprias crenças (clique aqui para ler o artigo sobre a transformação de crenças) e necessidades (clique aqui para ler o artigo sobre as necessidades não tão necessárias), e pode levar a distanciamentos porque aprendemos a nos dar o que precisamos. Assim, começamos a valorizar a verdade dos outros, a pedi-la e a recebê-la, compreendendo que as coisas não são sempre como achamos que são (clique aqui para ler sobre a justiça nos relacionamentos).

  2. RESPEITO: Na medida em que nos tornamos mais transparentes, praticando a verdade, o nível de respeito por nós mesmos, e por tudo e todos ao redor, aumenta (clique aqui para ler o artigo sobre respeito), precisamos estabelecer certos limites e aprender a respeitarmos os limites de outros (clique aqui para ler o artigo sobre os limites), bem como respeitar os nossos.

  3. AGIRMOS COM COERÊNCIA: Para construirmos a paz, é muito importante que aprendamos a nos expressar de forma harmoniosa e coerente, que com nossas palavras, gestos e ações sempre tenhamos a intenção de construirmos, de empoderarmos aos outros, de mostrarmos que podemos fazer tudo de forma íntegra, e que agirmos desse jeito cria um ambiente de integridade e desenvolvimento sustentável. Para isso, é necessário reconhecer nossos talentos e aplicá-los a tudo o que fazemos, porque é exatamente o que nos traz autenticidade na unidade (clique aqui para conhecer e/ou comprar o livro 7 Níveis de Empoderamento Pessoal).

Nestes três aspectos tenho me concentrado ultimamente, tem sido uma maneira eficaz de conectar-me com as pessoas e o planeta, às vezes me mostram o que posso melhorar e integro aquilo porque tenho aprendido a perceber minha própria incoerência. Escolho melhor as palavras que uso, tento diferentes tons e formas de expressar o mesmo e vejo qual tem um efeito mais harmonioso e construtivo em cada situação, às vezes é uma questão de sentir o momento, mas sempre de expandir a perspectiva através do conhecimento.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en español English version