Arquivo da tag: consciencia

Intenção Consciente de Paz

version en españolEnglish version

Nossa vida é uma manifestação de nossa programação mental e de nossa paz. Quando expressamos algo desde as emoções positivas ou negativas nossa mente se ativa para justificar o que fazemos e dizemos independente da percepção social sobre isso.

Quando entendemos que as emoções existem porque as alimentamos desde nosso modelo mental, que pode ou não estar alinhado com nossa paz, fica claro que podemos integrar as emoções dentro de nós, para percebê-las e identificarmos o que podemos alinhar de nosso mundo mental, de maneira consciente, a nossa paz integral.

Cada emoção é expressada automáticamente pelo impulso do momento, ao integrarmos nossas emoções construímos conscientemente nosso sentimento de paz, desta maneira o potencializamos e aprendemos a agir de acordo com o momento presente desde nossa certeza de paz.

Para integrarmos nossas emoções, além dos nomes que temos dado a elas, é essencial senti-las. Podemos fazer isto deitados lembrando-nos de tudo o que temos vivido, tanto o que consideramos positivo como o que consideramos negativo, percebendo as sensações que temos no corpo e deixando que fluam até nosso coração para transformá-las em entendimento sobre nossa paz.

Este processo se potencializa focando nossos pensamentos, sentimentos, palavras e ações, e desde a intenção de assumirmos a responsabilidade pela maneira em que expressamos nossa essência e de integrarmos nossas emoções para encontrar as maneiras autênticas em que expressamos nossa paz.

version en españolEnglish version

Modelo de Paz

version en españolEnglish version

Quando focamos na integridade, entendemos que somos mais do que pensamos, e é a partir daí que podemos aprender, através de nossa própria experiência, a agirmos integrando tudo o que pensamos, sentimos e expressamos, para construirmos nossa paz.

Este processo requer percebermos nossos pensamentos, as sensações em nosso corpo, nossas palavras e nossos atos como fluem, integrá-los com aceitação, como uma forma de expressão aprendida para viver num mundo de conflito da maneira mais apropriada para nós, e canalizarmos todos eles para nos expressarmos com a intenção de viver num mundo de paz.

Nós estamos prontos para algo quando temos ajustado nosso mundo mental, sentimental e expressivo, portanto, para vivermos em paz, todos nossos mundos devem estar alinhados com nosso desejo de paz.

version en españolEnglish version

Contribuição Social

version en españolEnglish version

Como indivíduos sociais podemos decidir agir alinhados com uma construção coerente da paz.

A paz na sociedade é o reflexo da paz interior, isto vai além do mundo mental com o que nos identificamos, é a verdadeira conexão com o que sentimos paz, o que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos desde nossa própria paz.

Isto se trata de nos comprometermos a construir sempre desde nossa paz, de maneira consciente, e a partir daí construirmos diferentes maneiras de expressarmos nossa paz.

Tudo o que pensamos, sentimos, dizemos e fazemos tem um impacto na sociedade, podemos percebê-lo nas situações que chegam a nossa vida, portanto, sentirmos o que é paz para nós e alinharmos nossa mente e expressão a esse desejo nos levam a impactar com uma intenção consciente, cujo resultado podemos perceber também em nossa experiência.

Contribuirmos na sociedade é entendermos que cada uma das decisões que tomamos tem um impacto nela e que quanto mais integridade há na intenção de nossa contribuição, mais integridade há na construção social.

version en españolEnglish version