Regeneração Celular: 6 alimentos para aumentar a ingestão diária de proteína

version en españolEnglish version

Todos somos diferentes e é importante que aprendamos a entender os sinais do nosso corpo para alimentá-lo de uma maneira mais eficiente. Seguindo os 4 passos para expandir a consciência nutricional (clique aqui para ler o artigo completo) conseguimos entrar em contato com a reação que os alimentos causam e, assim, integrar isso à nossa dieta. Lembremos que é necessário desapegar de algumas crenças limitantes (clique aqui para ler o artigo sobre crenças) com respeito a certos alimentos, como vimos em artigos anteriores, para poder transformar efetivamente alimentação em nutrição (clique aqui para ler sobre regeneração celular e micronutrientes).

Vamos definir alimentação e nutrição para entender a diferença. A alimentação consiste em consumir substâncias para manter nossas funções vitais, é a maneira em que damos energía ao corpo. A alimentação ocorre, principalmente, baseada na consciência dos macronutrientes, proteínas, carboidratos e lipídeos (gorduras). A nutrição consiste em proporcionar substâncias necessárias para nossa conservação e crescimento, aquí percebemos o corpo como um organismo em constante estado de evolução e regeneração que necessita  macro e micronutrientes, vitaminas e minerais, para poder conservar o equilíbrio e, consequentemente, criar um estado de saúde perfeita.

Vamos conhecer um pouco sobre as proteínas e sua importância em nossa dieta. No livro Nutrição Humana no Mundo em Desenvolvimento (disponível em Espanhol e Inglês no site da Organização das Nações Unidas Para a Agricultura e a Alimentação – FAO), o Professor de Nutrição Internacional, Michael C. Latham, diz o seguinte sobre as proteínas. As proteínas contêm carbono, hidrogênio, oxigêneo, nitrogêneo e, as vezes, enxofre. São muito importantes para o crescimento e a reparação dos tecidos corporais. As proteínas são o principal componente estrutural das células e constituem a maior porção de sbustância dos músculos e órgãos (junto com a água).

As proteínas são necessárias:

  • para o crescimento e o desenvolvimento corporal;
  • para a manutenção e a reparação do corpo, e para a substituição de tecidos desgastados ou danificados;
  • para produzir enzimas metabólicas e digestivas;
  • como constituinte essencial de certas hormonas, por exemplo, tiroxina e insulina.

Embora as proteínas liberem energía, sua importância principal está em que são parte essencial de todas as células. Todas as células podem necessitar serem substituídas de tempos em tempos, e para isto é indispensavel o aporte de proteínas.

Qualquer proteína consumida além do limite da quantidade requerida para o crescimento, reposição celular e de líquidos, e várias outras funções metabólicas, se utiliza como fonte de energía, mediante a transformação de proteína em carboidrato. Se os carboidratos e a gordura na dieta não produzirem a quantidade energética adequada, a proteína se utiliza para gerar energía; como resultado há menos proteína disponível para o crescimento, reposição celular e outras necessidades metabólicas. Este punto é essencialmente importante para as crianças, que necessitam proteínas adicionais para o crescimento. Se receberem pouca quantidade de alimento para suas necessidades energéticas, a proteína se utiliza para as necesidades diárias de energía e não para o crescimento.

Agora que sabemos a importância das proteínas em nosso corpo é necessário que nos façamos algumas perguntas para saber se estamos consumindo diariamente uma boa quantidade de proteínas:

  1. Que alimentos consumimos todos os dias?
  2. Sabemos se contêm proteína?
  3. Qual é a quantidade de alimentos com proteína que consumimos diariamente?

Se em nossa dieta estão faltando fontes de proteína podemos integrar estes alimentos a nossa dieta:

  1. Amêndoas (21 grs de proteína em cada 100 grs) – TODOS OS TIPOS SANGUINEOS MENOS AB
  2. Nozes do Nogal (15 grs de proteína em cada 100 grs) – TODOS OS TIPOS SANGUINEOS
  3. Nozes de Macadamia (8 grs de proteína em cada 100 grs) – TODOS OS TIPOS SANGUINEOS
  4. Amendoim (26 grs de proteína em cada 100 grs) – TIPOS SANGUINEOS A e AB
  5. Linhaça (14 grs de proteína em cada 100 grs) – TODOS OS TIPOS SANGUINEOS
  6. Ovos Cozidos (13 grs de proteína em cada 100 grs) – TODOS OS TIPOS SANGUINEOS

Lembremos que quanto mais limpo estiver nosso intestino melhor se dará a absorção de nutrientes, por isso é importante manter uma dieta saudável com quantidade suficiente de água e fibras (clique aqui para ler o artigo sobre absorção de nutrientes)

FONTES:

 

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com
WhatsApp: +57 305 3715480

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

7 Comments

Comente