questionamento

Questionemo-nos: 2 Passos Para Viver a Vida que Merecemos

 

version en españolEnglish version

A vida que merecemos está diretamente relacionada com quem somos, consciente e inconscientemente, e se isso está desalinhado ao sentimento de unidade, em que a transparência, a aceitação e o respeito são construídos, traz para nossa vida tudo sobre o qual reclamamos constantemente, pois nós mesmos expressamos isso e o vivemos, já que colhemos o que plantamos, é uma lei que nos leva a nos questionarmos se estamos decidindo agir de maneira que nos permita viver a vida que realmente queremos.

Quando alimentamos pensamentos destrutivos de raiva, ódio, ressentimento, etc., isso governa a forma em que sentimos, reagimos e nos expressamos, é isso que estamos plantando e colhendo. O mesmo acontece quando alimentamos pensamentos construtivos de amor, paz, respeito, aceitação, etc., estamos plantando e colhendo isso para nós (não necessariamente com as mesmas pessoas). O ponto é que, de acordo com o meio em que estamos, alguns percebemos o construtivo como destrutivo, e vice-versa, por isso precisamos questionar-nos.

Nós somos quem somos porque decidimos, o interessante é que podemos decidir ser uma versão mais consistente com nosso desejo (clique aqui para ler o texto sobre quem somos). Criamos inconscientemente muitas coisas que nos parecem injustas, mas que, se nos questionarmos em profundidade, podem ter sido uma amostra de algo que pensamos, sentimos, dizemos ou fazemos em cada momento. Seguindo estes passos, construímos a vida que queremos e merecemos viver de forma consciente:

  1. QUESTIONAMENTO: Para começar é necessário que nos questionemos para entendermos o que plantamos, usemos as seguintes perguntas: Que exemplo perceberíam nossos filhos se não pudéssemos falar?, estamos conscientes dos efeitos que causam os alimentos em nosso corpo?, tratamos todas as pessoas com o mesmo nível de respeito?, Sempre nos expressamos com o mesmo nível de sinceridade?, Nós nos preocupamos ou nos ocupamos?, Julgamos ou aceitamos?, Somos claros com todos igualmente? Depois de respondermos essas perguntas, descobrimos a coerência de nossas respostas perguntando: Que vida queremos? Uma vida em que há transparência, respeito e aceitação, por exemplo?, se encaixaríam as respostas do que estamos plantando com o que queremos?. Pensemos nisso.

  2. TRANSFORMAÇÃO: Uma vez que identificamos quem somos, e o que queremos, precisamos nos concentrar em transformarmos nossas incoerências em coerências. Por exemplo, se queremos transparência, mas não temos o mesmo nível de sinceridade sempre, precisamos praticar sinceridade nas nossas interações da maneira mais assertiva possível. Então, se alguém me convidar para algum lugar e prefiro fazer outra coisa, posso dizer “Hoje eu prefiro ficar em casa, obrigado”. Enquanto praticamos, nos tornamos especialistas em nossas próprias vidas. A idéia é fazer isso com cada uma das incoerências que percebemos.

Sendo a mudança que queremos do mundo estamos fazendo o que está dentro de nossas possibilidades para construirmos um mundo mais consciente, então quando apareçam coisas que nos pareçam injustas, verifiquemos o que estamos plantando para entendermos o que necessitamos transformar.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com
WhatsApp: +57 305 3715480

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Comente