decisao

Decidindo por Convicção

version en españolEnglish version

Nesta última semana, tenho estado presente em situações em que tenho percebido que necessitamos nos conectarmos com o que somos, e como estamos, no momento atual e entendê-lo como um resultado pessoal de nossas próprias decisões. O quê aconteceria se neste momento chegasse alguém que conhece nossos mais profundos desejos e nos vende a ideia perfeita para torná-los realidade?, aceitaríamos de qualquer maneira, ou avaliaríamos se a idea está alinhada a nossos valores, princípios e coração (clique aqui para ler sobre conexão com o coração)?, refletiríamos sobre o benefício real que traz ao entorno, ou nos convenceríamos com nossa própria mente de que, se me faz feliz faz feliz ao mundo?

Estamos numa época em que temos muita mais informação disponível sobre o que necessitamos e, portanto, podemos decidir de maneira mais consciente (clique aqui para ler sobre construção consciente). Além disso, é essencial que nos sintamos, pois dentro de nós podemos encontrar respostas que só podemos sentir por dentro, que ninguém mais pode perceber. Pensemos num momento em que tivemos que decidir sobre algo e, ao pensarmos em aceitar, tudo se revoltou dentro de nós, nosso corpo gritava “NÃOOO” e nossa mente e seus desejos gritavam “SIIIIIM”; isto é informação interior e é necessário que a consideremos e a integremos, coerentemente, com a informação externa, para decidirmos mais conectados com nós mesmos (clique aqui para ler sobre coerência).

Podemos escolher tomar a decisión apropriada para nós dentro do meio em que estamos, respeitando nossos limites e os limites dos outros, respeitando o meio ambiente e as leis do lugar em que estamos. Lembremos-nos de que TUDO, O QUE SENTIMOS, PENSAMOS, DIZEMOS E FAZEMOS, TEM UM IMPACTO INTERNO E EXTERNO, então, estamos dispostos a tomar decisões que impactem construtiva e sustentavelmente  a nós mesmos e a tudo a nosso redor?

Tudo na vida requer uma construção, o que funciona para uns não funciona para outros, por isso é muito importante que aprendamos através de nossa experiência. Podemos fazer isso aplicando o que aprendemos de outros, ou integrando a informação que recebemos ao que já funciona para nós. Perguntemos, a nós mesmos, o seguinte: no longo plazo tudo o que nos dizem que façamos tem um desenvolvimento sustentável e um impacto positivo em nós, nossa família, a sociedade e o planeta? Para chegarmos nessa resposta sería necessário conhecermos transparente e integralmente a vida da persona que o aplica, e essa informação não a temos, então, que tal se começarmos por aceitar quem somos e onde estamos, reconhecemos o que temos feito na vida que tem funcionado para nós e transformamos o que não em aprendizado para criar nossa própria maneira de fazermos as coisas (clique aqui para ler sobre transparência)?

Esta reflexão vem de meu sentimento de unidade, do que vivo e do que percebo. Estou convencida de que sendo mais conscientes e coerentes, desde nosso interior, conseguimos expressar consciência e coerência no planeta em que vivimos. Podemos escolher, eu escolho decidir de maneira construtiva, sustentável e coerente com uma sociedade mais humana. Interiorizando o que recebemos encontramos as respostas que necessitamos.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com
WhatsApp: +57 305 3715480

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

6 Comments

Comente