Arquivo da categoria: Nutrição

Oxigenando o Corpo com o Ferro

version en españolEnglish version

Já sabemos que o Cálcio é de grande importância para o corpo para manter os ossos firmes (clique aqui para ler sobre o cálcio). Agora vamos conhecer um pouco mais sobre o ferro. A principal função deste mineral é o transporte de oxigênio a varios lugares do corpo como pulmões, tecidos e coração. O corpo é, no entanto, eficiente, econômico e conservador no uso do ferro, motivo pelo qual poucas quantidades de ferro sâo necessárias, o que faz das fontes vegetais uma boa opção para nosso consumo, já que, o tipo de ferro presente, tem um percentual de absorção mais baixo que o das fontes animais.

É importante conhecer como otimizar a absorção do ferro e os alimentos que contêm maiores concentrações do mineral.

  1. O ferro é melhor absorvido quando se consome vitamina C (a limonada é uma grande aliada e alcalinizante).
  2. Os seguintes alimentos são ricos em ferro e em micronutrientes que melhoram sua absorção (como a vitamina C):
    • Linhaça: 4,7 mg de ferro a cada 100 grs. – Deixar de molho por, mínimo, 24 horas e lavar antes de consumir as sementes, que devem ser batidas no liquidificador.
    • Nozes do Nogal: 2 mg de ferro a cada 100 grs. – Deixar de molho por, mínimo, 24 horas e lavar antes de consumi-las.
    • Amêndoas: 3,1 mg de ferro a cada 100 grs. – Deixar de molho por, mínimo, 24 horas e lavar antes de consumi-las.
    • Couve Manteiga: 0,5 mg de ferro a cada 100 grs.

Como podemos perceber, as nozes e sementes são alimentos funcionais ricos em minerais, por este motivo é importante incluir em nossa dieta as que melhor nos funcionam (clique aqui para ler sobre expandirmos a percepção sobre nosso corpo).

Com amor,
Ángel

FONTE:

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Potencializando Nossa Respiração

version en españolEnglish version

A respiração é uma parte essencial de nosso processo de nutrição, já que o oxigênio que entra em nossos pulmões é transportado a todas as células de nosso corpo para efetuar o processo de respiração celular, que ocorre nas mitocôndrias, e que, através da oxidação dos nutrientes dados ao corpo a partir de nossa nutrição (clique aqui para ler sobre micronutrientes e regeneração celular) produz a energia que nosso corpo precisa para manter nossas funções vitais e permitir-nos pôr nossa criatividade em ação (clique aqui para ler sobre criatividade desde a sublimação).

Na medida em que conhecemos melhor nosso corpo conseguimos entender que há uma maneira mais apropriada de respirarmos para aproveitarmos o 100% de nossa capacidade pulmonar e aumentarmos nossos níveis de energia comendo apenas o apropriado para nosso momento (clique aqui para ler sobre nutrindo mais comendo menos). Seguindo estes simples passos podemos potencializar nossa respiração:

  1. Posição: a posição mais apropriada para uma respiração mais eficiente é mantendo as costas retas, seja deitados ou sentados, com os ombros abertos e o abdômen contraído.

  2. Inalação: para uma respiración mais eficiente é essencial inalarmos o ar pelo nariz (para quem tem tido rinite e tem se acostumado a respirar pela boca é necessário voltar aos poucos a acostumar o nariz para que o ar se abra o espaço que lhe pertence dentro da vía aérea nasal clique aqui para ler sobre como me livrei da rinite), pois o nariz serve como filtro do ar que respiramos.

  3. Movimento externo: na medida em que vai entrando o ar nos pulmões o movimento externo de expansão deve começar na parte alta do abdômen (onde está o diafragma) e expandir-se até o esterno (expandindo o peito e mantendo os ombros quietos), quando sai o ar o movimento de contração começa no esterno e finaliza na parte alta do abdômen.

  4. Exalação: quando temos expandido totalmente o esterno podemos iniciar uma exalação lenta pelo nariz.

Para aumentarmos nossa capacidade pulmonar podemos fazer esta respiração nasal completa contando os segundos enquanto inalamos, mantemos o ar, exalamos e esperamos para iniciar o processo de novo. Na medida em que aumentamos a quantidade de segundos nestes processos percebemos um aumento de nuestra tranquilidade e de nossa energia pessoal e criativa. A ideia é mantermos esta respiração em todo momento, então precisamos integrar esta práctica para percebermos seu efeito em todas as áreas de nossa vida.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Regularizando o Metabolismo com o Iodo

version en españolEnglish version

Nesta viagem pelos minerais temos conhecido um pouco mais sobre o Cálcio (clique aqui para ler sobre o cálcio) e o Ferro (clique aqui para ler sobre , e sua importância para o corpo. Hoje o assunto é o IODO. O corpo de um adulto contem em média de 20 a 50 mg de iodo, e sua maior parte se encontra na glândula tireoide. O iodo é essencial para a formação do hormônio que secreta esta glándula, que é importante para a regulação do metabolismo. Os hormônios da tireoide nas crianças apoiam o crescimento e desenvolvimento normal, inclusive o desenvolvimento mental.

É importante conhecer como otimizar a absorção do iodo e os alimentos que contêm maiores concentrações do mineral.

  1. O iodo é melhor absorvido quando nosso intestino se está balanceado, isto é possível investindo no consumo de alimentos mais naturais e orgânicos (se possível) e consumir a quantidade d’água e ômegas suficientes para mantermos nosso intestino em movimento.
  2. Os alimentos de origem marinho (como as algas) e o sal iodado contêm os maiores níveis de iodo. (uma boa porção de sushi, mesmo sem peixe, é uma boa fonte de iodo se tiver algas e sal)

O IODO é um dos micronutrientes essenciais que necessitamos consumir na medida apropriada para nosso próprio corpo (clique aqui para ler sobre regeneração celular e micronutrientes). Lembremos-nos de que nosso corpo tem uma maneira especial de reagir perante o que ingerimos, por isso é muito importante nos tornarmos conscientes do que é realmente apropriado para nós (clique aquí para ler sobre aumentarmos nossa consciência nutricional) É sempre tempo de conhecermos nosso corpo e dar a ele apenas o necessário, isto faz parte de um processo de conexão que nos leva a desenvolver nossa eficiência energética, o que nos permite aumentar nossos níveis de criatividade e criação.

Com amor,
Ángel

FONTE:

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

3 perguntas para desapegar de crenças alimentares

version en españolEnglish version

Agora que seguimos os 4 passos para expandir a consciência nutricional (clique aqui para ler sobre a expansão da consciência nutricional) podemos focar na importância de trabalharmos o DESAPEGO.

Temos tido os mesmos hábitos por muito tempo, algumas vezes sem saber exatamente o porquê e outras pensando que o que consumimos é “bom para a saúde“. Graças ao exercício da consciência podemos perceber que cada corpo reage de maneira diferente, assim como as pessoas reagimos de maneiras diferentes a uma mesma situação.

O corpo é sábio,  muitas vezes essa sabedoría começa no mesmo momento em que vemos ou comemos algo. A ideia de uma nutrição consciente é saber quais dos alimentos dos que gostamos, e nos fazem bem, têm mais nutrientes, para assim enriquecer nossa dieta y transformá-la numa fonte de energía mais eficiente.

A partir de agora, o convite é para que desapeguemos de nossas crenças sobre a alimentação para que possamos abrir nossas mentes à ideia da nutrición. Façamos 3 simples perguntas:

  1. O quê comemos só porque dizem que é bom para a saúde?
  2. É realmente bom para nós?
  3. Curtimos seu sabor e nosso corpo reage bem quando comemos isso?

Criemos hábitos baseados na integração do conhecimento científico e de nossa sabedoría natural (clique aqui para ler sobre micronutrientes e renegeração celular). Atualmente minha dieta está focada no consumo de frutas, frutos secos, sementes e grãos, com alto conteúdo de micronutrientes. E sua dieta? O quê come todo dia e por que come isso?

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Necessidades Nutricionais: Adaptação ao Contexto

version en españolEnglish version

Na medida em que a humanidade evolui, os hábitos alimentares vão transformando-se.  O leite e a carne tem sido alimentos necessários, sobre tudo, para os povos que tem vivido como nómades (geralmente de sangue tipo B) e para os povos que têm se dedicado à caça, seja por falta de conhecimento para trabalhar a terra ou pela infertilidade do solo em que habitam (geralmente de sangue tipo O), mas, são realmente necessários os laticínios e cárneos para nossa nutrição? A resposta é: NÃO. O único motivo pelo que estes alimentos ainda são relevantes é pela presença de vitamina B12 que, fácilmente, se pode encontrar no consumo ovos cozidos. Fora isso, a vitamina B12 é conservada no fígado.

Atualmente, temos uma estabilidade maior que nos permite desenvolver a agricultura em nossos solos férteis e transportar os produtos naturais a vários lugares, posibilitando o consumo dos nutrientes de que realmente precisamos. Por este motivo é possível que nos adaptemos ao contexto para que realmente demos a nosso corpo o necessário para nutrirmos nossas células e permitirmos que haja mais energia para mantermos nossa saúde (clique aqui para ler sobre micronutrientes para regeneração celular), desta maneira, e associando a nutrição a hábitos saudáveis como aprendermos a respirar, a permitirmos fluir as emoções, a dormirmos o suficiente e a fazermos exercícios físicos (clique aqui para comprar o livro 7 Níveis Para o Empoderamento Pessoal, que traz exercícios práticos para integrarmos e criarmos uma vida mais íntegra e saudável) aumentamos nossos níveis de energia e aprendemos a nos relacionarmos de uma maneira mais consciente com nosso próprio corpo.

Agora que temos a opção de adquirirmos hábitos que constroem nossa nutrição, é importante que comecemos a buscar conhecimento, a experimentarmos com nosso próprio corpo (clique aqui para ler sobre expandirmos a consciência nutricional) e a encontrarmos a maneira mais apropriada para nos nutrirmos. Ao fazermos isto, estamos apoiando a construção de um consumo mais consciente e pacífico (nosso corpo, os animais e o planeta agradecem). Estas são algumas ações que podemos tomar para percebermos a resposta de nosso corpo:

  1. TESTE DE RESTRIÇÃO: Escolhermos um alimento para ser evitado durante uma semana, primeiro a carne de bói, depois a de porco, depois o frango, depois o peixe (de acordo com cada caso) e depois o leite, os queijos, os embutidos, etc. Este mesmo teste é bom para ser feito com todos os alimentos que consumimos, já que cada organismo reage de maneira diferente e a ideia é encontrarmos os alimentos que realmente fornecem energia porque nos nutrem.

  2. TESTE DE CHEIRO E SABOR: O sabor da comida varia muito, sobre tudo quando existe a tendência a misturarmos a comida com outros alimentos, o que é muito comum. A proposta é consumir cada um dos alimentos por separado, sem sal, sentir se realmente gostamos do cheiro e do sabor deles sozinhos, crus e cozidos.

Entendendo como funciona nosso corpo e aprendendo a dar-lhe o que necessita, percebemos que podemos manter um nível alto de energia durante o dia comendo menos (clique aqui para ler sobre comer menos nutrindo mais) e devolver a saúde e integridade a nossos órgãos desde a mesma célula (clique aqui para ler sobre a importância das proteínas para as células).

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Limpando o Corpo de Dentro Para Fora

version en españolEnglish version

Toda minha vida tenho tido alergías (dermatite e rinite principalmente), mas sempre pensei que era algo hereditário e que não podia fazer nada por isso, até que comecei a ler sobre nutrição e conectei minhas alergías com a maneira em que me nutro e meus estados emocionais, e, já que as células descartam o que não lhes serve, é necessário que aprendamos a dar ao nosso corpo o que realmente necessita (clique aqui para ler sobre micronutrientes e regeneração celular), pois assim o processo de limpeza, feito constantemente, permite que as células se regenerem com mais facilidade e evitem acúmulo por excessos.

Quando temos um excesso de toxinas no corpo apresentamos sintomas, como o cansaço, que parecem normais (por doença ou por envelhecimento) devido a que grande parte das pessoas que conhecemos os apresentam, mas que não são a máxima expressão de nossa capacidade corporal energética e saudável. O corpo elimina toxinas através do suor (pele) e do muco (mucosas) e quando temos excesso de toxinas, e a pele apresenta alguma alteração, é devido ao acúmulo de toxinas no fígado e ao suor que traz um pouco mais de toxinas do normal. Quando estamos en baixas temperaturas, o nos “esfriamos” se eliminam mais toxinas através das mucosas, gerando sintomas de resfriado ou alterando outros órganos do corpo e os corrimentos internos. Para manter nosso corpo saudável e com energia, necessitamos mantê-lo bem nutrido (nutricional e emocionalmente).

Entendendo um pouco melhor como nosso corpo elimina as toxinas, podemos ser parte ativa de sua própria limpeza com estas simples ações:

  1. BEBERMOS ÁGUA MORNA COM LIMÃO EM JEJUM: Os limões contêm ácido cítrico, cálcio, magnêsio e vitamina C, essenciais para os processos celulares. Também bioflavonoides, pectina e limoneno, que promovem a imunidade e combatem a infecção. A água morna é mais fácil de processar pelo corpo.

  2. EVITARMOS O CONSUMO DE ALIMENTOS PESADOS: cada um de nós precisa saber quais alimentos são pesados para nosso corpo e evitá-los para respeitarmos nosso corpo e permitir-lhe funcionar melhor (clique aqui para ler sobre expandirmos a consciência nutricional), em meu caso tenho suspendido todos os alimentos de origem animal (exceto o ovo), e diminuido o consumo de tubérculos e tudo o que contenha açúcar e trigo.

  3. NOS EXERCITARMOS: quando nos exercitamos favorecemos à circulação e à oxigenação do corpo, isto assiste às células para se limparem e se manterem ativas.
  4. NOS AFASTARMOS DE SITUAÇÕES ESTRESSANTES: quando estamos expostos a situações com as que não sabemos lidar, sometemos nossas células, e nosso corpo, ao estresse de nossa própria incapacidade. Enquanto encontramos a maneira de viver as situações com mais conhecimento e calma, necessitamos afastar-nos um poco, para permitir que nos estabilizemos.

  5. DARMOS PREFERÊNCIA A SUCOS E CREMES À BASE DE ÁGUA: sucos, com frutas frescas e sementes germinadas, e cremes de vegetais, dão ao corpo vitaminas e minerais necessários para a regeneração celular.

Nosso corpo necessita que nos reaproximemos com mais conhecimento sobre seu funcionamento para poder integrá-lo a nossa realidade da maneira mais saudável possível, e assim termos a energia e a saúde necessárias para desfrutar nossa vida de uma maneria mais integral. Se você tiver algum conselho que possa contribuir à limpeza do corpo de dentro para fora, compartilhe-o conosco deixándo-o nos comentários.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Micronutrientes Parte 2: Regenerando nossas células

version en español English version

Agora que entendemos que para nos nutrirmos melhor, precisamos comer menos, mas com mais qualidade (clique aqui para ler a primeira parte da série Micronutrientes), podemos entender melhor como os alimentos funcionais são integrados para potencializarmos a regeneração celular.

Nossas células se regeneran se lhes damos o ambiente adequado e o tempo para fazê-lo, é por isso que devemos evitar os excessos, tanto das coisas consideradas “boas” quanto das consideradas “ruins”, tudo do que nosso corpo realmente precisa no nível nutricional (micro e macronutrientes) deve ser consumido conscientemente na medida apropriada para o nosso próprio corpo, por isso é tão importante percebermos as reações que surgem para cada alimento que consumimos separadamente, considerando que pode haver reações a partir do momento que sentimos o cheiro até o momento em que sai completamente do corpo (clique aqui para ler o artigo sobre a expansão da consciência nutricional).

Agora imaginemos que cada hábito construtivo que temos (nos nutrirmos, respirarmos melhor, fazermos alguma atividade física, cuidarmos da nossa saúde emocional, dormirmos melhor) está potencializando a regeneração celular e mantendo o funcionamento do nosso corpo estável, e que todo hábito destrutivo que temos (consumirmos alimentos vazios, fumarmos, bebermos excessivamente, permanecermos emocionais, respirarmos inadequadamente, sermos sedentários, dormirmos mal) está degenerando cada uma das nossas células e, conseqüentemente, nossos órgãos, causando alterações no funcionamento do nosso corpo que o levam a estados em que não podemos continuar empoderados de nossas próprias vidas, porque dependemos cada vez mais do que nos ajuda a recuperar nosso estado natural de saúde (o qual nós próprios temos deteriorado com nossos hábitos destrutivos, e que portanto podemos reverter).

Entendendo melhor que podemos assumir a responsabilidade de cuidarmos realmente do nosso corpo, como a prioridade principal, pois, se tivermos saúde, podemos nos desempenhar melhor no que gostamos de fazer, vejamos como os alimentos funcionais, aqueles cheios de nutrientes essenciais que melhoram a nossa saúde, nos ajudam na construção de um ambiente adequado para que nossas células continuem seu processo de regeneração trazendo saúde para o nosso corpo e níveis mais elevados de energia:

  1. CONTRIBUIÇÃO DE ENERGIA LIMPA: Ao consumirmos alimentos naturais, ricos em micro e macronutrientes, que são aceitos pelas células, elas continuam seu processo de obterem o que precisam sem terem que lutar contra o que não podem aceitar, portanto, sua energia está limpa e focada em manter seu processo funcional em nosso corpo. Isto é feito principalmente por frutas, vegetais, cereais, nozes e sementes, devido ao alto teor de carboidratos e gorduras saudáveis.

  2. CRESCIMENTO E REGENERAÇÃO: enquanto nosso corpo está crescendo, ele precisa de material para que as células possam dividir-se e formar as estruturas necessárias. Quando chegamos à idade adulta, as células precisam do material apropriado para manterem-se em regeneração constante e renovarem células mortas de órgãos. como a pele. Para o crescimento e a regeneração, os principais alimentos são cereais, nozes, sementes e água (mineralizada), devido ao alto teor de proteínas e minerais..

  3. REGULAÇÃO: Dentro das células, ocorrem reações químicas que precisam, especialmente, a presença de vitaminas para ocorrer. Aqui encontramos a necessidade de consumir frutas, nozes, vegetais e água (mineralizada), devido ao seu alto teor de vitaminas e minerais.

Eu levo uma dieta baseada em frutas, vegetais, cereais, nozes, sementes germinadas e a quantidade adequada de água mineralizada para o meu corpo, onde posso encontrar todos os nutrientes que eu preciso, o único que consumo de fonte animal são os ovos (uma ou duas vezes por mês), eles são minha fonte de vitamina B12 (por enquanto), pois eu prefiro alimentar-me adequadamente que incluir qualquer tipo de suplemento na minha dieta. E você? Sobre o que você baseia sua dieta? Isso funciona para você?

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en español English version

Micronutrientes Parte 1: Nutrindo Mais Comendo Menos

version en español English version

Precisamos entender que nosso corpo funciona como um sistema integrado, e que nossa saúde deve ser construída minuto a minuto com decisões mais conscientes para nos reconectarmos ao nosso corpo, e tudo o que isso significa, quando realmente queremos aumentar nossa energia e nossa saúde no presente.

Micronutrientes são nutrientes que o corpo necessita em pequenas quantidades para funcionar corretamente. Neste grupo, encontramos vitaminas e minerais, que podem ser encontrados em maiores quantidades e com melhor nível de absorção, e em menor volume de alimentos, em alimentos funcionais. Como já limos antes, o intestino é o lugar onde ocorre a absorção de nutrientes (clique aqui para ler o artigo completo sobre a absorção de nutrientes), é por esta razão que é muito importante que aprendamos a perceber o que nosso corpo quer nos transmitir. Através das reações químicas que ocorrem, como a falta, o aumento ou o equilíbrio de nossa energia, as dores ou o fluxo normal, as alterações nas nossas funções vitais normais, tudo isso é a resposta a uma reação química dentro do nosso organismo (que, claramente, também está relacionado ao nosso estado mental e emocional – clique aqui para ler o artigo de sublimação de nossa experiência mental, emocional, criativa, sexual e sentimental).

Cada uma das células em nosso corpo precisa de uma quantidade apropriada de água, que para ser retida precisa da presença de minerais, hoje em dia precisamos incluir em nossa dieta o consumo de sal marinho ou do Himalaia para mineralizarmos a água que consumimos e ajustarmos os níveis de iodo em nosso corpo (clique aqui para ler sobre a importância do iodo na dieta). Uma quantidade apropriada de gorduras saudáveis ​​é necessária para o corpo realizar alguns processos específicos de assimilação e transporte de vitaminas essenciais (clique aqui para ler sobre gorduras saudáveis). Todos os processos em nosso corpo estão conectados para nos trazer saúde, por isto é importante que comecemos a investir em aprendermos a adaptarmos a dieta que melhor se adapte a cada um de nós, lembremo-nos de que somos todos diferentes e, por isso, é necessário que demos mais atenção ao nosso corpo e integremos alimentos de maior valor nutricional à nossa dieta. Aqui temos alguns alimentos que são excelentes fontes de nutrientes e que podemos incluir na nossa dieta para tornarmos nossos próprios processos corporais mais eficientes:

  1. Linhaça: esta semente contém macronutrientes como gorduras saudáveis (Omega 3 e 6), carboidratos, proteínas vegetais e grande quantidade de fibra solúvel. Dos micronutrientes contém vitaminas E, B1, B2, B3, B5. B6 e minerais como magnésio, cálcio, potássio, fósforo, sódio, ferro, zinco e selênio. A melhor maneira de consumi-lo é deixar 20 gramas de sementes de molho (pelo menos 24 horas) para iniciar o processo de germinação e potencializar seus nutrientes, lavá-las para remover o excesso de ácido fítico e consumi-las, batidas no liquidificador, com uma fruta de nossa preferência.

  2. Amêndoa: este fruto seco contém macronutrientes como gorduras saudáveis (Omega 3 e 6), carboidratos, proteínas vegetais e grande quantidade de fibra solúvel. Dos micronutrientes contém vitaminas C, E, B1, B3, B6, B9 e minerais como magnésio, cálcio, potássio, fósforo, sódio, ferro, zinco e selênio. A melhor maneira de consumi-lo é deixar 20 gramas de sementes de molho (pelo menos 24 horas) para iniciar o processo de germinação e potencializar seus nutrientes, lavá-las para remover o excesso de ácido fítico e consumi-las com uma fruta de nossa preferência, podem ser batidas no liquidificador também.

  3. Brócolis: este vegetal contém mais nutrientes que os outros, pois possui grandes quantidades de vitamina C, ácido fólico e betacaroteno, potássio, cálcio, ferro, selênio e vitamina E. A melhor maneira de consumi-lo é cozinhando-o com o que formos comer, como com o arroz, para melhorar a absorção de seus nutrientes.

  4. Azeite de Oliva: este azeite contém vitamina E e vitamina K, o que o torna benéfico para nosso sistema circulatorio e para manter uma correta coagulação. A melhor maneira de consumi-lo é usarmos 2 colheres de sopa, a temperatura ambiente, só ou como acompanhamento de alguma comida. É importante que escolhamos azeite em garrafa de vidro escuro para mantermos os nutrientes e a qualidade do mesmo e evitarms a oxidação pela luz solar.

Sejamos mais conscientes sobre os motivos pelos quais consumimos os alimentos que consumimos. Muito do que comemos pode ter sido o hábito inconsciente de muitas pessoas por muitas gerações, mas hoje temos muita mais informação e alimentos disponíveis para aprendermos a escolher o que realmente nos faz bem. Montemos dietas com alimentos mais ricos em nutrientes e vejamos nossa energia aumentar em todas as áreas de nossa vida.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en español English version

Ossos Fortes: 3 aspectos importantes para consumir cálcio de maneira eficiente

version en españolEnglish version

Agora que somos conscientes do que é necessário para melhorar a absorção de nutrientes (clique aqui para ler sbre absorção) em nosso corpo e do motivo pelo qual devemos ser conscientes de consumir macronutrientes de alto valor nutricional (carboidratos (clique para ler sobre carboidratos), proteínas (clique para ler sobre proteínas) e lipidios (clique para ler sobre gordura), vamos conhecer os micronutrientes essenciais para nosso corpo e suas funções.

Comecemos com os minerais. No livro Nutrição Humana no Mundo em Desenvolvimento (disponível em Espanhol e Inglês no site da Organização das Nações Unidas Para a Agricultura e a Alimentação – FAO) falam sobre a função fisiológica, estrutural que têm os minerais no corpo humano e esse é o foco dos próximos artigos a partir de agora.

Hoje o assunto é o Cálcio, um dos minerais mais importantes para o corpo, pois é o principal componente dos ossos e o que os mantêm firmes. Junto com o fósforo é importante para as funções musculares, o estímulo nervoso, atividades enzimáticas e hormonais e o transporte de oxigênio.

É importante ter consciência sobre os aspectos importantes para a absorção do cálcio e dos alimentos que contêm maior concentração do mineral.

  1. O cálcio é melhor absorvido quando se consome vitamina C (a limonada é uma grande aliada e alcalinizante)
  2. É necessário tomar, pelo menos, 10 minutos de sol por dia, sem proteção.
  3. Os seguintes alimentos são ricos em cálcio e em diversos minerais que melhoram sua absorção (como o fósforo e a vitamina C):
    • Linhaça: 255 mg de cálcio por cada 100 grs. – Deixar de molho por mínimo 24 horas e lavar antes de consumir as sementes batidas no liquidificador.
    • Nozes: 94 mg de cálcio por cada 100 grs. – Deixar de molho por mínimo 24 horas e lavar antes de consumir.
    • Amêndoas: 216 mg de cálcio por cada 100 grs. – Deixar de molho por mínimo 24 horas e lavar antes de consumir.
    • Couve manteiga: 135 mg de cãlcio por cada 100 grs.

Fortaleçamos nosso corpo de dentro para fora e sintamos nossa energia vital aumentar. Agradeçamos sempre pelos alimentos que consumimos e pratiquemos um consumo consciente (clique aqui para ler sobre micronutrientes).

Com amor,
Ángel

FONTE:

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version

Jejum Para o Autoconhecimento

version en españolEnglish version

Em nossa vida, alguns temos percebido que nosso relacionamento com a comida é muito importante, sejamos conscientes ou não, pois somos o que comemos e a maneira em que comemos. Por causa desta percepção, tenho tido três momentos em minha vida em que tenho decidido investir minhas energias em fazer jejum total, e vários outros momentos em que o jejum tem sido parcial, suspendendo os alimentos, ou hábitos, que me fazem sentir com baixa energia. Nos dois casos tenho tido experiências construtivas nas que meus níveis de energia têm aumentado, tenho percebido com claridade a maneira de organizar minhas prioridades e tenho aumentado o conhecimento sobre o mundo emocional que inconscientemente tem governado determinadas reações manifestando-se em minha realidade. Durante esses processos, tenho experimentado uma maior sensibilidad a tudo o que está ao meu redor e dentro de mim, isto é, minha consciência tem se expandido.

A fome é um sinal que emite o corpo, principalmente porque necessita nutrientes ou energia, em outras instâncias vem de uma crença de que a comida preenche vazios, o que cria uma necessidade emocional impulsiva por comer. Este é o principal motivo pelo qual nos abstermos de consumir alimentos pobres em nutrientes, por exemplo, é útil para conhecer algumas de nossas motivações no nível mental, emocional e nutricional, pois as necessidades nutricionais de nosso corpo requerem uma quantidade de alimentos menor, mas que sejam mais nutritivos.

Leiamos alguns aspectos essenciais para fazer um jejum total consciente, que permita expandir nossa percepção pessoal:

  1. Tempo livre: escolhermos um momento (de máximo 3 dias) em que possamos estar tranquilos e o mais desconectados possível do mundo, pois deste jeito nossa percepção e nossa energia permanecem focadas nas reações de nosso corpo.
  2. Volume de alimentos: uma ou duas semanas antes de fazer o jejum, é ideal diminuirmos a quantidade de alimentos processados, e de origem animal, e investirmos em frutas e sementes germinadas. Depois do jejum investirmos no consumo de sucos com sementes germinadas e introduzirmos gradativamente os alimentos sólidos, percebendo a reação de nosso corpo a cada um.
  3. Relaxamento e respiração: durante o jejum é importante que nos mantenhamos relaxados e focados na respiração, pois o oxigênio é essencial no processo de nutrição das células.
  4. Sensibilidade: durante o processo de jejum nossa sensibilidade aumenta, do mesmo jeito que quando mantemos uma dieta o mais natural e apropriada possível. Nosso sistema perceptivo se encontra mais alerta e receptivo, podemos sentir informação mais sutil de tudo o que está ao nosso redor e dentro de nós.
  5. Consciência corporal: para fazer um jejum, devemos dar atenção ao nosso corpo, para entendermos suas necessidades antes, durante e depois do jejum, assim o mantemos nos níveis apropriados para fazermos um processo tranquilo.

É importante que aprendamos sobre nossos processos básicos de nutrição como seres humanos, desta maneira podemos manter nossos níveis de energia apropriados e um corpo saudável e eficiente.

Com amor,
Ángel

Contato:

Email: empowered.angel@outlook.com

Artigos PEAhttps://pt.empoweringangle.com/category/angel/
Linkedinwww.linkedin.com/in/empoweredangel
Instagramhttps://www.instagram.com/empowered.angel/
Facebookhttps://www.facebook.com/empowered.angel0/

version en españolEnglish version